Blog

O Que é o Mercado Livre de Energia?

medium-shot-environmental-engineer-drawing-plan

Neste artigo, iremos explicar o que é e como funciona o Mercado Livre de Energia (MLE), destacando seus benefícios para os consumidores. Com a possibilidade de acesso a diferentes fontes de energia e maior flexibilidade contratual, esse ambiente permite que seus consumidores realizem a negociação bilateral e direta, resultando em preços mais baixos – entre comercializadores, geradores e você, consumidor. 

Mas, antes de entender o que é o Mercado Livre de Energia, é preciso entender que existem dois ambientes de contratação de energia. Se você não conhece o Mercado Livre de Energia, provavelmente você está no Mercado Cativo. 

Conheça o Mercado Cativo de Energia 

No Mercado Cativo, também chamado de Mercado Regulado ou Ambiente de Contratação Regulada (ACR), os consumidores, obrigatoriamente, compram energia das suas respectivas distribuidoras locais. Elas são responsáveis pelo fornecimento de energia, através do sistema de distribuição. Neste modelo de contratação, o contrato de energia é renovado automaticamente e não existe a possibilidade de escolha ou negociação dos termos contratuais. Portanto, os consumidores não possuem margem de negociação em relação aos preços e às condições de fornecimento. 

Conheça o Mercado Livre de Energia 

O Mercado Livre de Energia (MLE), também chamado de Ambiente de Contratação Livre, é consolidado nacional e internacionalmente. Presente há mais de 27 anos no Brasil, já é responsável por +90% do consumo industrial do país. Já são mais de 30.000 unidades consumidoras no Ambiente de Contratação Livre (ACL). Dentre elas, estão as maiores empresas e grupos empresariais do país, presentes em diversos setores da economia brasileira. 

No Mercado Livre de Energia, você continua conectado fisicamente à sua distribuidora local. Ela é e sempre será a responsável pelo transporte e entrega da energia até a sua residência. Esse serviço é conhecido como “distribuição de energia”, e envolve a construção e manutenção das linhas de energia – postes, fios e proteção da rede – assim como a garantia de que todos os consumidores da sua área de concessão terão acesso à energia. 

Para esclarecer as diferenças do Mercado Livre de Energia (MLE), recorrentemente, observamos a divisão do MLE entre o Mundo Físico e o Mundo Contratual (Comercial). Isso ocorre porque, na esfera física, nada muda. A energia continua sendo gerada pelas usinas e distribuída até você, e a sua empresa continua sendo abastecida pela sua distribuidora local, assim como no Mercado Cativo, como citado anteriormente.  

A diferença no Mercado Livre de Energia está no âmbito Contratual (Comercial) da compra e venda de energia, através da possibilidade de livre negociação entre os geradores, comercializadores e consumidores. Você ganha a liberdade de poder escolher produtos diretamente com o seu fornecedor de energia. Essa negociação bilateral resulta em preços mais competitivos, condições de contratação mais favoráveis, além de diversos outros benefícios, com soluções especialmente pensadas para a sua empresa. 

Quem pode aderir ao Mercado Livre de Energia? 

Atualmente, todos os consumidores conectados à alta tensão e média, Grupo A, podem migrar e usufruir os benefícios de ser um consumidor livre. 

Por que migrar para o Mercado Livre de Energia? 

A migração para o Mercado Livre traz muitas vantagens para as empresas, sendo a principal delas a redução de custos, além de agregar mais sustentabilidade e diversos outros benefícios. 

Economia 

Ao migrar para o Mercado Livre de Energia, os consumidores têm acesso à energia mais barata e competitiva, que gera uma significativa redução de custos, sem nenhum investimento e sem alterar a sua rotina. Através de produtos especialmente pensados para o seu negócio e contratos mais vantajosos que o cenário do Mercado Cativo, os consumidores livres obtêm mais economia, e mais competitividade para o seu negócio. 

O “Economizômetro” da Abraceel – Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia – calcula que os consumidores livres já economizaram mais de 270 bilhões de reais, em relação ao Mercado Cativo, desde a criação do Mercado Livre de Energia.  

Sustentabilidade 

O Mercado Livre de Energia possibilita acesso a fontes de energia renovável. Consumidores têm a oportunidade de escolher o tipo de energia que desejam contratar. Dentre elas, a energia proveniente de fontes limpas, como solar, eólica e hidráulica.  

Além disso, a certificação I-REC (International Renewable Energy Certificate) é uma forma de comprovar que a energia utilizada por uma empresa é proveniente de fontes renováveis. Sendo reconhecida mundialmente, essa certificação é importante para contribuir com a transição da empresa para uma matriz energética mais sustentável.  

Portanto, a certificação I-REC comprova o compromisso da empresa com a preservação do meio ambiente, com a sustentabilidade e alinhamento com metas de governança ambiental, social e corporativa (do inglês, ESG). Ao utilizar energia renovável, as empresas conseguem neutralizar sua emissão de gases de efeito estufa, demonstrando seu comprometimento com a sustentabilidade em escala global.  

Em resumo, o Mercado Livre de Energia é uma opção muito mais vantajosa para consumidores conectados no Grupo A (alta e média tensão). Estes consumidores têm acesso a redução de custos, mais liberdade de escolha e contratos mais favoráveis, com energia limpa e renovável. 

Fonte: Blog Matriz Energia

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Nós utilizamos cookies para analisar e personalizar conteúdos e anúncios em nossa plataforma e em serviços de terceiros. Ao navegar em nosso site, você nos autoriza a coletar e usar essas informações.