Projeto de SPDA

para-raio_695042983

O Brasil é um dos países que mais caem raios no mundo. Todos os anos são mais de 70 milhões, com no mínimo 300 brasileiros atingidos, segundo dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat/INPE). As descargas atmosféricas são imprevisíveis e danosas e, para se proteger, uma das medidas adequadas é um projeto de SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas).

Popularmente conhecidos como para-raios, apesar de se tratar de um projeto mais complexo, os Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) devem ser feitos por profissionais de engenharia, alertam especialistas, e são regulamentados pela NBR 5419. O foco desta norma é prevenir acidentes e reduzir incêndios, perdas materiais, risco à vida das pessoas e dos animais como resultado das descargas elétricas.

De acordo com especialistas, a alta ocorrência de raios está relacionada ao aumento da urbanização, que, com a elevação da temperatura e da população, contribui para ampliar a incidência de tempestades. Regiões como essas precisam de um projeto de SPDA de forma muito evidente, afinal um raio pode sim cair duas vezes no mesmo lugar e trazer muita destruição, desde a queima de aparelhos elétricos até uma ocorrência fatal.

O que é um Projeto de SPDA?

O SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas) é um conjunto de estruturas e soluções que tem a função de proteger pessoas e construções diversas e Indústrias das ações dos raios. No SPDA, o projeto é feito para que haja captação e dissipação das descargas atmosféricas até a terra, em caminho seguro.

O projeto em si é composto de plantas em CAD, selo, notas técnicas, ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), detalhamentos e dados adicionais. Em resumo, o SPDA tem três principais subsistemas:

  • um subsistema de captação da descarga atmosférica;
  • um subsistema de descidas, que conduz a corrente da descarga de forma segura;
  • um subsistema de aterramento, que recebe o raio e o dissipa na terra;

Os para-raios são parte do sistema de proteção. Sua estrutura é composta de hastes, cabos condutores e pelo aterramento, que funciona por meio dos condutores da malha que levam a descarga até hastes enterradas.

Qual a Importância do Projeto de SPDA?

Não é possível controlar a ocorrência dos raios, eles são um fenômeno natural com elevações elétricas bruscas, capazes de afetar e destruir instalações elétricas e aparelhos conectados a ela.

Com um projeto bem elaborado, é possível evitar esses danos, especialmente com o auxílio de medidas adicionais de segurança, a exemplo do isolamento das partes condutoras expostas e do uso de barreiras físicas para impedir o toque em regiões de tensão perigosa. É preciso considerar, no entanto, que mesmo os profissionais mais competentes não são capazes de construir um sistema totalmente eficiente, contudo a presença de um SPDA reduz riscos e prejuízos consideravelmente.

Ao longo do tempo, a tecnologia permitiu que surgissem diferentes modelos de sistemas e para-raios. Atualmente se desenvolvem projetos de SPDA com três tipos principais:

  • Método Franklin: O sistema de para-raio Franklin foi desenvolvido por Benjamin Franklin em 1753. É composto de uma haste metálica com captores, conectada a dois condutores ligados à terra pelo sistema de descida. Esse astro fica situado no topo da edificação e o volume de proteção é uma área em formato de cone do topo à base da construção. É recomendado para edificações sem muita área horizontal, com altura máxima de 45 metros ou 15 andares.
  • Método eletro geométrico ou esfera rolante: Também chamado de método da esfera fictícia, esse modelo faz rolar uma esfera fictícia pela construção. Nos pontos em que a roda toca a edificação, há maior probabilidade de que haja uma descarga elétrica, sendo necessário protegê-la com para-raios, normalmente do tipo Franklin. Quanto maior o tamanho da esfera, maior o nível de proteção. É um sistema indicado para edificações muito altas, arquitetonicamente complexas.
  • Método Gaiola de Faraday: Os para-raios de Melsens são utilizados no método desenvolvido com base na teoria de Faraday. Em linhas gerais, nessa concepção, o campo elétrico interior da gaiola fica nulo, isto é, protegido, na presença de um campo eletrizado na superfície. A estrutura é composta de captadores formados por condutores horizontais, que são unidos em uma malha metálica. Esta é conectada a terra em distância adequada e instalada no topo de uma edificação, como uma gaiola. É um método indicado para construção de baixa altura, como empresas com galpões, e barracões industriais.

Etapas para o Desenvolvimento de um Projeto de SPDA:

Para elaborar um projeto de SPDA é necessário analisar profundamente o local a ser protegido, além de considerar todas as condições que envolvem a estrutura, como a altura da edificação, a fim de estabelecer o melhor método protetivo. Assim, o projeto e seu gerenciamento devem ser guiados pela NBR 5419 e abranger os seguintes pontos:

  • gestão de riscos;
  • delimitação dos recursos protetivos;
  • escolha do método; 
  • delimitação da necessidade das descidas;
  • escolha do condutor de aterramento;
  • indicação das equalizações de potenciais;
  • projetação das MPS-Medidas de proteção contra surtos;
  • cálculo das distâncias adequadas de segurança;

Além da execução, a NBR 5419 regulamenta sobre a inspeção e a manutenção do SPDA, bem como da segurança dos profissionais que integram a execução da instalação.

A B.A.T Serviços em Eletricidade desenvolve projetos de SPDA Industriais. Temos uma equipe de Engenheiros Eletricistas que fazem projetos elétricos industriais de SPDA para a sua Indústria. Fazemos também a ART do Projeto junto ao CREA.

Além do projeto, nós entregamos a obra completa: entregamos todos os materiais elétricos necessários para executar o projeto de SPDA da sua Indústria, realizamos a instalação e entrega completa da obra, além das inspeções preventivas e eventuais manutenções futuras que o sistema de SPDA da sua Indústria necessite.

Para saber mais sobre Projetos de SPDA e fazer o seu orçamento, entre em contato conosco e conheça os nossos serviços e soluções.

Precisa de um Orçamento?

Entre em contato com nossa equipe técnica e peça já seu orçamento! Logo um Consultor Técnico entrará em contato. Será um prazer atendê-lo.

Olá! Nós utilizamos cookies para analisar e personalizar conteúdos e anúncios em nossa plataforma e em serviços de terceiros. Ao navegar em nosso site, você nos autoriza a coletar e usar essas informações.