Blog

Hitachi Vegetation Manager é lançado no Brasil; solução de análise de satélite usa IA para otimizar gerenciamento de vegetação para o setor de energia

blogjulho2

O grupo Hitachi LTD lançou no Brasil o Hitachi Vegetation Manager (HVM), uma solução de planejamento de recursos de circuito fechado que utiliza inteligência artificial e análises avançadas para melhorar a precisão e a eficácia das atividades de trabalho de vegetação e dos esforços de planejamento de uma organização.

Esta solução fornece recursos de alta tecnologia, incluindo imagens dos satélites líderes do setor da Maxar, para monitorar linhas de transmissão e distribuição, especialmente em áreas rurais, e melhorar o manejo de vegetação, o planejamento de esforços, a confiabilidade da rede e a resiliência de longo prazo. O Hitachi Vegetation Manager é uma parte importante do Lumada Inspection Insights, o portfólio completo da Hitachi de soluções digitais da empresa para inspeção, monitoramento e otimização de ativos críticos.

Antecipação de riscos

De acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), as linhas de transmissão distribuídas por todo o país têm aproximadamente 175 mil quilômetros de extensão, um número que deve chegar próximo de 200 mil km até 2026. As empresas de transmissão de energia que possuem essas redes precisam realizar manutenção periódica em suas linhas.

“A vegetação e os incêndios são uma das principais causas de indisponibilidade de linhas de transmissão no Brasil. Nos últimos cinco anos, quase 25% das interrupções foram causadas por esses dois fatores. O Vegetation Manager da Hitachi agrega dados de várias fontes (satélite, drone, equipes de campo etc.) e gera planos de corte para otimizar a manutenção das áreas com vegetação. Com uma visão mais abrangente, as transmissoras conseguem evitar interrupções inesperadas e antecipam riscos sinalizados em locais precisos pela solução”, explica Rodrigo Mateini, Gerente de Soluções Digitais da Hitachi Energy.

O manejo de vegetação geralmente é a maior despesa operacional e de manutenção para a maioria das empresas de serviços públicos devido a inúmeros obstáculos, que vão desde o planejamento até a gestão do trabalho de campo. Os métodos de planejamento utilizados atualmente consomem muito tempo e muitas vezes não conseguem capturar as complexidades e nuances das condições de vegetação e terreno. A imprevisibilidade do crescimento, força e viabilidade da vegetação causada pelas mudanças climáticas adiciona ainda mais complexidade e custo ao processo.

Para enfrentar esses desafios, o Hitachi Vegetation Manager utiliza imagens de diversas outras fontes visuais, como fotografias, vídeos, drones e das equipes de campo. A incorporação da tecnologia de satélite permite que as empresas de serviços públicos cubram e monitorem todo o seu território, confirmem automaticamente a distância das linhas e estejam de acordo com as regulamentações. A tecnologia de satélite também fornece às organizações conhecimentos mais abrangentes em escala, reduzindo a quantidade de viagens de caminhão e helicóptero aos locais das linhas, o que diminui significativamente os custos e as emissões de carbono.

Visibilidade instantânea

O HVM captura imagens de uma largura pré determinada ao redor das linhas de transmissão. As imagens coletadas por satélite podem ser programadas de acordo com as necessidades da empresa cliente. Entre as informações coletadas estão dados sobre incêndios, status e previsões de crescimento da vegetação, condições climáticas e até mesmo possíveis invasões de torres.

Atualmente, as imagens de alta definição possuem uma resolução de cerca de 30 cm, porém, com o uso de técnicas de “pan-sharpening“, é possível aprimorar as imagens de satélite para uma precisão de 15 cm. Ao combinar a análise de satélite com as informações climáticas, do ecossistema e do negócio do cliente, o Hitachi Vegetation Manager permite uma visibilidade instantânea em toda a rede e oferece melhores insights para que as organizações possam otimizar a tomada de decisões.

Até o momento, nenhuma solução única abrangia todos os elementos do processo de manejo de vegetação. O Hitachi Vegetation Manager é um conjunto de ferramentas de planejamento conectado que oferece:

  • Um aplicativo web para gerenciar inventários de vegetação e esforços de planejamento;
  • Dois aplicativos móveis nativos para iOS para patrulha terrestre ou aérea e planejamento de campo;
  • Integração direta com os satélites de última geração da Maxar;
  • Uma visualização abrangente compatível com drones, LIDAR e outras aplicações multimídia.

O Hitachi Vegetation Manager consiste em três subsistemas integrados:

  • Cut Planner: um aplicativo de back-office projetado para visualizar riscos de vegetação, controlar custos de programas e criar planos de corte otimizados.
  • Field Planner: um aplicativo móvel projetado para arboristas, supervisores de campo e equipes responsáveis pelo manejo de vegetação nas empresas de serviços públicos – para atribuir trabalho, capturar dados do local, acompanhar o progresso da equipe e realizar atividades de aprovação do trabalho e conclusão.
  • Field Patrol: um aplicativo móvel projetado para o pessoal que realiza patrulhas, seja no ar ou no solo, para realizar avaliações rápidas e melhorar os planos de corte.

Ferramenta captura imagens de satélite e informações de campo para analisar dados usando inteligência artificial. Imagem: Divulgação/Hitachi Energy

Para mais informações, acesse o site oficial da Hitachi Energy:

https://www.hitachienergy.com/br/pt/products-and-solutions/asset-and-work-management/lumada-fsm/vegetation-manager

Fonte: Revista O Setor Elétrico

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Nós utilizamos cookies para analisar e personalizar conteúdos e anúncios em nossa plataforma e em serviços de terceiros. Ao navegar em nosso site, você nos autoriza a coletar e usar essas informações.