Blog

MME bate novo recorde anual de projetos de energia elétrica enquadrados no REIDI

Picture3

O Ministério de Minas e Energia (MME) atingiu um novo recorde de projetos de energia elétrica enquadrados no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura (REIDI). Segundo informações da pasta, divulgadas nesta terça-feira (22), foram enquadradas 452 iniciativas até a última semana, ultrapassando o recorde de 427 alcançado em 2021.

Ao todo, já são mais de 3.600 projetos de energia elétrica integrados ao REIDI desde 2008, ano em que a política pública teve início. Tal crescimento ao longo dos anos indica que o setor elétrico está investindo mais, havendo mais iniciativas em andamento.

Fonte: Divulgação/MME (gov.br/mme)

As estimativas de investimentos em projetos de energia elétrica para os últimos anos também confirmam o ânimo do setor. De 2020 para 2021, os valores investidos passaram de R$ 53,9 bilhões para R$ 72,1 bilhões.

Já em 2022, foram registrados R$ 83,3 bilhões em investimentos até o momento. As suspensões médias de PIS/COFINS ficaram em torno de 8,56%, 8,49% e 8,39% para os anos de 2022, 2021 e 2020, respectivamente.

Como funciona o REIDI

A adesão ao REIDI suspende a exigência das contribuições para o PIS/PASEP e para a COFINS, nas aquisições, locações e importações de bens e nos serviços vinculados ao projeto de infraestrutura aprovado, desde que realizados em cinco anos contados a partir da data da habilitação de pessoa jurídica titular do projeto. A suspensão pode chegar a 9,25%, ajudando na modicidade tarifária no setor elétrico.

Fonte: Revista o Setor Elétrico

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Nós utilizamos cookies para analisar e personalizar conteúdos e anúncios em nossa plataforma e em serviços de terceiros. Ao navegar em nosso site, você nos autoriza a coletar e usar essas informações.