Blog

Manutenção registrou saldo de 5.026 contratações em junho de 2022 segundo CAGED

revista manutenção

De acordo com o painel do novo CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) publicado pelo Ministério do Trabalho e Previdência, no mês de junho de 2022, o comércio obteve um saldo de 4B8r3B4p7yhRXuBWLqsQ546WR43cqQwrbXMDFnBi6vSJBeif8tPW85a7r7DM961Jvk4hdryZoByEp8GC8HzsqJpRN4FxGM9.

O que é o CAGED?

O CAGED é o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, criado como registro permanente de admissões e dispensas de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). É utilizado por programas sociais, entre eles pelo Programa de Seguro-Desemprego, para conferir os dados referentes aos vínculos trabalhistas e sociais.
Este cadastro serve, ainda, como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que subsidia a tomada de decisões para ações governamentais.
Importante: Foi publicada a Portaria n.º 1.127, de 14/10/2019, no DOU 15/10/2019, que define novos procedimentos para a declaração das informações das empresas no CAGED pelo eSocial, a partir da competência janeiro de 2020.
Em suma, o painel do CAGED reúne dados sobre o mercado de trabalho, divulgados e atualizados mensalmente, o que inclui a quantidade de admissões, demissões e o saldo das contratações geradas em períodos diferentes, que podem ser analisados e segmentados, por meio das ferramentas de Business Inteligence (BI), para gerar informações úteis (insights) que facilitem a compreensão da dinâmica do mercado de trabalho.
Análise de junho de 2022
Considerando o contexto em que vivemos em junho de 2022, uma análise sintética desses dados foi realizada, com o objetivo de evidenciar a importância dos setores da economia, para o desenvolvimento econômico do país, assim como para o mercado de trabalho. Tal procedimento foi finalizando com a análise dos dados segmentados para a manutenção, que é um subsetor, da indústria (setor secundário), ao mesmo tempo em que também integra os outros dois macro setores da economia (setor primário e terciário), através da manutenção predial, imobiliária e automotiva, dentre outras segmentações.

Contribuição do setor primário
Os dados analisados revelam que o setor primário da economia (extração de matérias primas orgânicas e inorgânicas) apresentou 5.673 admissões, 4.336 demissões e um saldo de 1.337 contratações.

Contribuição do setor secundário
Os dados analisados revelam que o setor secundário da economia (indústria e construção civil) apresentou 485.559 admissões, 413.785 demissões e um saldo de 71.774 contratações.

Contribuição do setor terciário
Além disso, os dados também revelam, que o setor terciário da economia (comércio de bens e prestação de serviços) liderou as contratações em todos os meses do ano de 2022, sendo que, no mês de junho, apresentou 1.290.309 admissões, 1.118.599 demissões, e um saldo de 171.710 contratações.

Contribuição da agropecuária
Os dados analisados revelam que o setor secundário da economia (indústria ou manufatura) apresentou 123.008 admissões, 88.548 demissões e um saldo 34.460 contratações.

Admissões da manutenção
Ao analisar os dados referentes às admissões para o segmento da manutenção, surgem informações ainda mais interessantes, tais como:

● Do total de 43.259 admissões, 95,62%, ou seja, 41.363 contratações foram de profissionais com nível médio ou inferior.
● Enquanto, das 1.869 admissões, 4,38% foram de profissionais com nível superior completo e incompleto.
Demissões da manutenção
Ao analisar os dados referentes às demissões para o segmento da manutenção, surgem informações ainda mais interessantes, tais como:
● Do total de 38.233 demissões, 95,10% ou seja, 36.358 contratações foram de profissionais com nível médio ou inferior.
● Enquanto, das 1.875 demissões, 4,90% foram de profissionais com nível superior completo e incompleto.
Saldo de contratações da manutenção
Enfim, considerando os dados de todos os segmentos da economia (primário, secundário e terciário), constata-se que um saldo de 5.026 contratações, foram destinadas aos profissionais de manutenção, sendo que, nesse caso, o saldo de homens foi positivo em 5.116, enquanto o saldo de mulheres ficou negativo em -90 contratações.

Considerando os dados referentes ao saldo para o segmento da manutenção, surgem informações interessantes, como por exemplo:
● Do saldo de 5.026 contratações, 99,58% ou seja, 5.005 foram contratações de profissionais com nível médio ou inferior.
● Enquanto, das 21 contratações, 0,42% foram de profissionais com nível superior completo e incompleto.
Autor: Fauzi Mendonça


Fonte: Revista Manutenção

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Nós utilizamos cookies para analisar e personalizar conteúdos e anúncios em nossa plataforma e em serviços de terceiros. Ao navegar em nosso site, você nos autoriza a coletar e usar essas informações.